Pague-se primeiro!

Sim é isso mesmo, pague-se primeiro!

Você já reparou qual é o caminho natural que o dinheiro percorre na sua conta durante um mês?

Vejamos:

Primeira etapa: o dinheiro novo, aquele que você recebe pela remuneração do seu trabalho entra na sua conta.

Segunda etapa: aqui começa um ciclo muito rápido de saída de dinheiro da sua conta, são as contas que você tem que pagar, por exemplo: conta de água, luz, condomínio, escola, academia, aluguel, parcelamentos de compras, faturas de cartões de crédito, mensalidades, anualidades e débitos automáticos.

Terceira etapa: Muitas vezes em menos de quinze dias o dinheiro está quase acabando e ainda faltam muitos dias para o mês acabar.

Quarta etapa: essa é a última etapa, onde você começa a economizar o dinheiro pra tentar chegar ao final do mês sem entrar no limite do no banco.

Agora sinceramente me responda, esse ciclo tem sentido?

Pois bem, se você também acha que não, eu vou te convidar há  realizar uma pequena mudança nesse ciclo que vai te ajudar muito a começar a construir a sua liberdade financeira: Pague-se primeiro!

ideia

É muito simples, você vai começar fazendo uma continha que eu chamo de  conta de padaria (veja o que é isso nesse outro post Quatro passos de ouro da organização financeira)

A conta de padaria é simplesmente quanto você ganha menos quanto você gasta, essa conta tem apenas três resultados possíveis, são eles: positivo, zero e negativo.

Se o seu saldo foi zero ou negativo, você deve voltar à conta de padaria e ver onde pode cortar alguma despesa para que esse saldo chegue a ser positivo.

Sendo positivo significa que esse é o dinheiro que deveria sobrar todos os meses na sua conta, após pagar as suas necessidades básicas.

Esse valor é o seu potencial de economia mensal, seu potencial de poupança.

O grande truque aqui é criar uma nova segunda etapa (descrita acima), totalmente simultânea a primeira.

Assim você irá agendar já no próximo mês, para o mesmo dia do seu pagamento, o envio automático desse dinheiro que sobrou para alguma aplicação.

Pode ser do seu próprio banco, ou você pode gerar na  sua corretora de valores um boleto nesse dia ou ainda você mesmo se programar para comprar ações ou comprar tesouro direto, vale até mesmo fazer um depósito automático na poupança principalmente se o valor foi baixo, o importante é criar e manter o hábito de poupar.

Se esse dinheiro for aplicado na poupança, você pode acumular ele lá por alguns meses até ele poder ser transferido para outra aplicação que tenha uma rentabilidade maior, pois com a inflação alta a poupança fica em desvantagem.

Não importa aqui, se você sabe investir ou não, isso será assunto para posts futuros.

O importante nesse post de hoje é você entender que você é a pessoa mais importante da sua vida e esse dinheiro é fruto do seu trabalho, da sua dedicação, então por isso você merece se pagar primeiro.

ame-se 2

Crie o hábito de se presentear com esse depósito mensal, considere que está plantando a semente de uma bela árvore que vai lhe fornecer muita sombra e doces frutos no futuro, mas para isso você deverá regá-la mensalmente.

Valorize o seu trabalho, valorize o seu esforço e valorize–se também, portanto pague-se primeiro!

Se você não acreditar que merece, sua vida vai ficar como está e você continuará na corrida do rato.

Liberte-se, valorize-se!


 Ana Munhoz

 

2 Comentários


  1. Como diria o Murilo Gun, precisamos de multiplos impactos, e por algum motivo o seu foi o definitivo =D

    Sabia da importância de investir todo mês, mas nunca tinha levado realmente a sério. Mas quando fui fazer uma TED recorrente, tive a infeliz surpresa que o Itau não possui tal opção, vou ter que agendar todos os meses =/

    Já que vou ter que fazer manualmente, estou pensando seriamente em usar outro banco como o principal.

    Agora uma dúvida, para um investimento recorrente de R$ 200,00 o mais indicado seria acumular no tesouro SELIC? O objetivo principal é criar uma reserva para o casamento, mas vou fazer de tudo para não utiliza-la.

    Obrigado pelos ótimos conteúdos,

    Felipe Firmo

    Responder

    1. Sim Felipe, normalmente precisamos de muitos JABS, mas uma hora a ficha cai e aí nos colocamos em ação. Isso é que é importante, se colocar em movimento.
      A minha idéia aqui com o Blog é justamente proporcionar o maior número de JABS possívies, kkkk.
      No meu banco, tem um serviço que quando você faz uma TED tem uma opção que você seleciona que ele repete a TED por quantos meses você escolher, se você for mudar de banco dá uma pesquisada pois muitos já tem essa facilidade. Apesar de ter feito uma especialização em consultoria financeira eu não indico investimentos, meu trabalho é restrito a área educacional, mas existem muitos profissionais qualificados para isso no mercado e até plataformas de investimentos como a oiwarren.com, onde você cria seus objetivos e ela calcula os valores necessários para alcançá-los e também os aporte necessários de acordo com o tempo que você determinar, é muito divertida e interativa essa plataforma, gosto muito dela e sou cliente também. Dá uma olhada quem sabe você não se identifica com ela. Espero que seus novos investimentos te ajude a ter um casamento maravilhoso, parabéns.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.