Eu não tenho disciplina com dinheiro

Talvez, você já tenha pensado assim algumas vezes, (Eu não tenho disciplina para cuidar do meu dinheiro).

Talvez, você ainda pense assim, pois bem, é provável que o seu conceito de disciplina esteja um pouco ultrapassado.

Provavelmente, o seu conceito de disciplina começou a ser distorcido na infância, enquanto ouvia o conto “A formiga e a cigarra”.

disciplina

No conto, a disciplina era a característica da formiga, que trabalhava incansavelmente (não tinha tempo para nada e não podia se distrair) para fazer a sua reserva de comida para o inverno, onde haveria escassez desse recurso.

Enquanto isso, a cigarra representava a preguiça, a vagabundagem e passava o dia todo, tocando seu violão, se alimentando apenas do que estava disponível na natureza e vivendo a vida boa.

Os meses passam  no conto e o inverno finalmente chega, a cigarra não estava preparada, não tinha comida em estoque e nem abrigo para fugir do inverno, solidária a formiga gentilmente dá abrigo e comida a pobre cigarra.

Após se aquecer e se alimentar a cigarra retribui, tocando seu violão e a história acaba numa grande festa no formigueiro.

A mensagem que fica é que devemos nos comportar como a formiga e não como a cigarra.

vida boa da cigarra

Na minha interpretação, esse conto precisa de uma revisão urgente.

Ele remete a um período do mundo, onde existia sim escassez de recursos, mas agora, com os avanços tecnológicos, isso já melhorou bastante (e vai melhorar ainda mais) e nem a cigarra será discriminada por exercer o seu propósito nem a formiga precisará mais abdicar de seus sonhos e correr atrás apenas nas necessidades básicas.

Elas não precisam mais, se comportar dessa maneira, muito menos nós.

A formiga, hoje em dia, não precisaria estocar tantos alimentos, talvez ela até os conseguisse produzir dentro da sua própria toca, num sistema de hidroponia e se valendo da energia solar, com o menor número de deslocamentos e uma distancia menor percorrida, ela teria mais tempo livre e disposição, para se dedicar a outras coisas além de buscar por comida.

A cigarra, que passava o dia todo treinando no seu violão, exercendo o seu propósito, tornando-se cada dia melhor nele, pode finalmente, brilhar no período do inverno, trabalhando com a sua arte, alegrando a colônia das formigas, pagando com o seu trabalho musical (que agora é reconhecido como trabalho), a estadia e a comida oferecidas.

Nesse novo mundo, o futuro é bem melhor e ele já está acontecendo a nossa volta.

Se você comparar, a nossa vida, cheia de recursos tecnológicos (encanamentos, pias, chuveiros, geladeira, telefone, televisão e etc) com a vida de nossos bisavós, verá que no tempo deles, era bem mais complicado,  garantir as necessidades básicas.

O mundo está mudando, ainda bem,  estamos  agora no período de transição e o mundo do futuro é cada vez mais das cigarras.

Por esse motivo você precisa rever o que tem considerado como Disciplina.

disciplina2

No dicionário disciplina significa: obediência às regras, aos superiores, a regulamentos.

Mas afinal que regras são essas que você está obedecendo, quais regulamentos você está seguindo, para que mundo eles servem, o da escassez ou o da abundância?

Na maioria das vezes, estamos apenas repetindo o que foi sempre feito, por nós mesmo ou por outros e isso não tem dado mais certo e na correria não temos tempo de parar para pensar se essas “regras” ainda fazem sentido, muito menos, se estamos seguindo essas regras da forma certa e o pior de tudo, na maioria das vezes nem aprendemos as regras direito.

Quer um exemplo: a maioria das pessoas ainda tem dinheiro na poupança, mesmo sendo esse investimento, já há alguns anos, um investimento ruim.

Mas porque então, as pessoas ainda guardam seu dinheiro na poupança?

Por costume, por ignorarem que a circunstâncias mudaram e que nesse momento a poupança não é mais um bom investimento e também porque a maioria das pessoas não sabe como investir (não conhecem as regras do jogo do dinheiro), não conhecem o conceito de rentabilidade.

Dessa forma, ter a disciplina de colocar o seu dinheiro na poupança por exemplo, não está te ajudando muito pois nesse momento ela perde para a inflação, o que significa que seu dinheiro perde valor de compra, se desvaloriza e a sua riqueza diminui.

Cada vez, você precisa de mais disciplina, cada vez, tem menos dinheiro e  fica mais preso, na vida de formiga.

Como mudar isso?

Reaprendendo a lidar com seu dinheiro (reaprendendo as regras e aprendendo a se beneficiar delas), estudando sobre como ele funciona, os princípios básicos e principalmente colocando em prática o que você aprendeu.

Sim, colocar em prática é o que vai realmente te levar ao exito, te diferenciar das outras pessoas.

Muitas vezes, a única diferença entre alguém que se deu bem na vida e outra pessoa que ainda não se deu bem na vida, é que a primeira foi lá e fez!!!!!

Simples assim.

Disciplina, nada mais é que, aprender a melhor solução para o seu problema e colocá-la em prática.

A excelente notícia, é  disciplina é uma habilidade que todos nós podemos treinar, até ela virar um hábito e quando ela vira um hábito, você a executa de forma automática. Sai da vida de formiga e começa a ter tempo para a viver um pouco da vida boa da cigarra.

Você literalmente só precisa de um pouco de disciplina e quando eu digo, um pouco de disciplina, eu quero dizer que essa disciplina é por um período determinado, focada numa única ação, que seja poderosa, para mudar a situação que você quer, até essa ação virar um hábito, aí entrar no automático.

Quando o hábito ficar automático é só mantê-lo e isso, é muito mais fácil, do que ter disciplina.

Portanto, o segredo é focar a sua disciplina somente nos hábitos que serão poderosos na sua vida, uma pessoa de sucesso é aquela que escolheu os hábitos certos para ter disciplina.

habitosPor exemplo, o hábito de pagar-se primeiro, imagine que você resolva todo mês programar uma compra automática no Tesouro Direto IPCA+ (o IPCA é um dos índices que mede a inflação,isso significa que ele renderá uma taxa de juros + a inflação e seu dinheiro assim estará protegido da inflação), no dia que você recebe o seu salário, no valor de R$ 250,00.

No primeiro mês, pode parecer difícil, mas com o tempo (E A DISCIPLINA) o hábito se estabelece e ao final de um ano você terá acumulado o valor de R$ 3.000,00, sem contar a rentabilidade.

Pagar-se primeiro, é um hábito muito poderoso.

Para te ajudar, a implementar a disciplina rumo a sua tranquilidade financeira, eu criei uma lista de conteúdo exclusivo sobre educação financeira.

Basta, você se inscrever nela (no formulário abaixo) e você receberá, automaticamente, toda semana, um post falando sobre educação financeira, assim você só precisará ter, um  pouco disciplina, para ler o post e parar alguns minutos do seu dia, para pensar sobre ele e como você pode usar esse conteúdo no seu dia-a-dia.

2 Comentários


  1. Excelente post. Essa nova análise de uma antiga fábula, é muito interessante, pois condiz com a atual realidade do mundo. Vejo da mesma forma, hoje temos acesso a muito mais recursos. Hoje podemos desenvolver nossas habilidades e usá-las para fazer dinheiro e ser cada vez mais feliz. A época do trabalho por obrigação, sem divertimento, ficou no século passado. Outro ponto muito importante do post, é a frequência de informações muito importantes, como disciplina, para alcançar a tranquilidade financeira. Até que se torne um hábito, estes posts nos lembrando o tempo todo como agir de forma correta, são ótimos sinais de alerta.

    Responder

    1. Obrigada Iara, essa fábula já estava me incomodando a muito tempo, kkkkk. A ideia do Blog e justamente ser uma fonte frequente de informações para ajudar as pessoas a atingirem a tranquilidade financeira. Continue acompanhando, bjs.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.