Poupa Troco Bradesco vale a pena?

Nessa última semana (27-30/06/2016), recebi vários e-mails patrocinados, com post falando sobre o Poupa Troco Bradesco.

Sendo assim gostaria de fazer algumas considerações a respeito desse serviço.

O serviço até então inédito no País, arredonda para cima os valores dos centavos dos débitos realizados em conta corrente (DDA, debito automático ou pagamento de qualquer meio) e essa diferença é direcionada para uma conta de poupança no próprio banco.

Lista dos serviços que geram o troco para a transferência automática (retirado do site do bradesco: http://banco.bradesco/html/classic/promocoes/poupatroco/)

  • Saques e Cheques
  • Compras com Cartão de Débito
  • Pagamentos de Contas de Consumo e Boletos de Cobrança
  • Impostos, encargos e outros tributos
  • Débito de Cartão de Crédito e compras pela Internet
  • Débitos de Seguros e Previdência
  • Pagamentos de parcelas de Consórcio e Crédito Imobiliário
  • DOC/TED

Dessa forma a ferramenta promete automatizar a sua poupança e acabar com as desculpas de que nunca “sobra” nada ou que não consegue poupar.

Parece a solução perfeita, mas será que é mesmo? Veja aqui as minhas considerações:considerações

  1. Poupar e investir devem ser atos conscientes e de responsabilidade sua.

    Automatizar a ação já é comum com as aplicações programadas que sacam valores específicos das suas contas. Mas fazer uma poupança inconsciente, terceirizar de vez essa decisão não te aproxima da segurança de uma vida financeira estável, assim, você cada vez mais, perde o poder sobre o seu próprio dinheiro.

  2. Poupar tem a ver com mudança de estilo de consumo.

    Tem a ver com diminuir gasto, rever padrão de consumo e não com arredondar o consumo para cima.

  3. Você perde a noção correta do valor poupado.

    O banco te dá duas opções, arredondar o valor para cima e adicionar ao valor do pagamento, de R$ 1,00 a R$ 5,00 (“na ocorrência de um débito de uma conta de consumo no valor R$ 80,30, o banco efetua a transferência de R$ 0,70 para uma conta poupança de titularidade do cliente ou de uma outra pessoa que ele escolher, em qualquer agência Bradesco. O cliente escolhe ainda um valor inteiro, entre R$ 1,00 e R$ 5,00 que será adicionado à somatória dos centavos gerados pelos débitos ocorridos em sua conta corrente”.) Porém você não vai ter consciência de todo o valor poupado, isso não te ajuda a se educar financeiramente. (você pode visualizar o extrato, mas aí não é consciência é conhecimento póstumo).

  4. Encaminhar para a poupança?

    A poupança é uma facilidade, pois todo mundo conhece, mas o que o banco esquece de divulgar é que, com a inflação alta como temos tido nos últimos anos, a rentabilidade real desse dinheiro poupado seria negativa, ou seja ao invés de você aumentar o seu poder de compra na verdade o dinheiro poupado teria diminuido com o passar do tempo o seu poder de comprar se for aplicado na poupança nas condições de inflação alta que temos agora.

  5. Quanto custo tudo isso?

    É requisito básico que você tem que ter uma poupança com pelo menos R$ 50,00 de saldo para que a primeira transferência de troco possa ser efetivada e não é cobrada nenhuma tarifa pelo serviço

  6. A aplicação é automática certo?

    Demora D+2 para aparecer a transferência no seu extrato, a pergunta que fica é se tudo é automatizado digitalmente onde fica o dinheiro nesses dois dias entre sair da minha conta e ir para a minha poupança?

  7. A boa notícia.

    Caso você não tenha saldo disponível, nenhum valor será transferido.

O que o banco parece ganhar com isso num primeiro momento: aumenta os depósitos nas poupanças e possivelmente serão criadas novas poupanças também, provavelmente aumentará o serviço de débito automático, circulará mais dinheiro no banco.

E você o que ganha com isso, vai ter menos dinheiro disponível na sua conta e indo parar numa aplicação onde na verdade você está perdendo dinheiro, será que vale a pena mesmo essa idéia ou ela pode contribuir apenas para a estagnação de uma educação financeira real de cada indivíduo.

Eu particularmente, prefiro gerir  eu mesma o meu dinheiro, pois toda vez que os bancos me ajudaram eu deixei de ganhar ou ganhei menos do que poderia ter ganho.

Por essas considerações todas, minha opinião é que não vale a pena, esse serviço mais atrapalha do que te ajuda de fato a progredir financeiramente.não vale a pena

Essa semana com essa enxurrada de posts e noticias patrocinadas que surgiram numa grande ação de marketing de conteúdo, me vi na obrigação de alertar meus leitores (iniciantes ou não, pequenos investidores ou não), pois eles podem se confundir  com tanto conteúdo pago disponível e eu que tenho trabalhado tanto para ajudar a promover o empoderamento das pessoas através da educação financeira não poderia deixar de  me posicionar.

Não se engane, pra mudar a sua vida financeira o primeiro passo é tomar consciência do que se quer, quais seus objetivos de vida, o segundo é rever padrões de consumo, para poder fazer  um dinheiro novo e é esse dinheiro que você vai poder investir e assim alinhar a sua vida financeira com seus objetivos de vida, isso tudo requer  estudo , trabalho e conscistência.

Se você não estiver disposto a nenhum dessas ações, a sua vida financeira não vai mudar e a sua realidade também não.

Aprenda a cuidar de seu dinheiro pessoalmente, assista ao video: O Jogo do Dinheiro

Ana Munhoz

 

6 Comentários


    1. Obrigada você pelo comentário, o intuito do Blog é esse de ajudar quem está procurando por informação sobre educação financeira, bons investimentos.

      Responder

  1. Obrigado pelas informações, estava na duvida em fazer parte disso ou não …
    vou escolher uma outra forma de economizar.

    Responder

    1. Obrigada David, por compartilhar a sua dúvida, parar para pensar no assunto dinheiro e pesquisar sobre ele já mostra que você está no caminho certo pra fazer um melhor uso do seu dinheiro.
      Se quiser aprender mais, se inscreva aqui na nossa lista de conteúdo e receba sempre os nosso posts e conteúdos exclusivos sobre educação financeira, esse serviço é gratuito. http://desenvolvimentes.com.br/listaconteudo

      Responder

  2. Boa noite. Concordo com você na maior parte dos itens mencionados sobre o produto, e concordo muitíssimo no aspecto do desenvolvimento da consciência financeira. Entretanto, será que na sua análise você não está desprezando os aspectos psicológicos da não formação de poupança? Nesse prisma, acho que o Bradesco foi um tanto quanto inovador, e já se utiliza de importante contribuição da economia comportamental para desenvolvimento de novos produtos financeiros.
    “Um GPS guia as pessoas em certa direção, mas elas têm liberdade para escolher sua própria rota.”

    Ótimo site!! Cheguei até aqui por causa do poupa troco…vou ficar!

    Forte abraço!

    Responder

    1. Oi Ana Paula, muito obrigada pelos elogios ao site, inscreva-se na nossa lista de conteúdo que assim você recebe por e-mail todos os posts assim que eles são publicados, mais uma curadoria de conteúdos relacionado ao tema do post. O link de inscrição da lista é esse:http://tranquilidadefinanceira.desenvolvimentes.com.br/tranqfinanceira
      Quanto o aspecto psicológico do produto Poupa Troco ele pode até ser fundamental para a pessoa aderir ao produto, achando que assim já está dando o primeiro passo em direção a organização financeira, mas ele acaba aí, sendo usado portanto, pelo banco, como uma ferramenta de persuasão, na maioria dos casos a segunda fase de pensamento para o cliente é: “agora que tercerizei esse problema, tudo ficará resolvido”. Isso é muito danoso ao aspecto psicológico e não contribui em nada com a educação financeira. Aliás a educação financeira que é pregada por aí funciona para poucos e a ideia do Blog é justamente trabalhar uma nova maneira de se fazer essa educação financeira, agindo como um facilitador de aprendizado e principalmente contribuindo para a mudança de mindset em relação ao recurso dinheiro. O mundo está mudando e a forma como vivemos e como agimos economicamente também, então é hora de mudar a forma como lidamos com nossos recursos e principalmente como planejamos o uso dele ao longo do tempo. Seja bem vinda, Beijos Ana

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.